Concessionária Ford em Foz do Iguaçu - PR

Por Autoeste 28.05.2020

Uma tabela de calibragem de pneus é um material muito útil para os motoristas pois, além de ajudar a calibrar corretamente os pneus do seu carro, ainda ajuda a economizar bastante dinheiro. Isso acontece porque um carro que roda sem se importar com a calibragem ideal do pneu pode gastar de 20 a 25% a mais de combustível do que um veículo que roda com os pneus calibrados.
A explicação para esse gasto extra é bem simples: quando os pneus estão descalibrados, eles apresentam maior resistência ao rolamento. Quanto maior a resistência, mais força o motor tem de fazer e, portanto, mais gasolina é gasta. Assim, é importante ter uma tabela de calibragem de pneus por perto para evitar problemas. Confira!

Como usar uma tabela de calibragem de pneus?

Sempre que você for fazer a calibragem dos pneus, é importante garantir que você está colocando a quantidade exata de pressão dentro da peça. Se você colocar menos pressão, o pneu ficará pesado e mais difícil de rolar, o que aumentará bastante o seu gasto de combustível, como já mencionado. Se você colocar pressão a mais, o pneu fica com menos aderência ao solo e isso compromete a dirigibilidade, podendo até mesmo causar acidentes graves. Por isso, é importante acertar esse processo e, para isso, devemos usar uma tabela de calibragem de pneus.
Essa tabela não nenhum segredo: basta ler a medida do pneu e encontrar a calibragem ideal para ela. Isso é importante, pois a quantidade de pressão, como é óbvio, depende do tipo de pneu, do seu aro, tamanho e outros elementos importantes.

Onde encontrar a medida correta para o meu carro?

Você já sabe que a calibragem dos pneus varia de carro para carro, além de depender do tamanho do aro e outros elementos. Por isso é praticamente impossível montar uma tabela de calibragem de pneus, tendo em vista que seriam dados demais para inserir. Confira o passo a passo abaixo:

  • Pegue o Manual do Proprietário do carro;
  • Abra no Índice e procure pela página que fala sobre os pneus;
  • Abra a página específica e procure pela seção que fala sobre a calibragem;
  • Confira na tabela de calibragem de pneus todas as especificações para cada tipo de pneu específico. O que você está procurando nesse caso é uma informação que pareça mais ou menos com isso: 175/70 R14 – 2.1/30 | 2.1/31

É provável que o seu Manual do proprietário tenha mais de um código assim (talvez 4, 5 ou até mais). Com essas informações, você já saberá como calibrar o pneu do seu carro.

Como ler a calibragem ideal do pneu?

Ok, é claro que é difícil entender o que significa “175/70 R14 – 2.1/30 | 2.1/31”. São só um monte de números. Afinal, como ler a calibragem ideal do pneu do seu carro para não errar?

  • 175/70 R14: é a medida do pneu. O primeiro número (175) fala qual é a largura do pneu em milímetros; já o segundo (75) diz qual é o percentual da altura da banda de rodagem em relação à largura (no caso, a altura da banda é de 75% de 175mm).
  • A letra R indica que se trata de um pneu Radial e o último número (14) indica o aro da peça.

Portanto, um pneu 175/70 R14 é um pneu radial, de aro 14, com 175 milímetros de largura e 70% disso (122,5 milímetros) de altura de banda de rodagem.
Essa parte foi fácil. Depois vem a calibragem, que no nosso exemplo é 2.1/30 e 2.1/31.

  • O primeiro número (2.1) é a calibragem medida em BAR, um sistema muito usado na Europa; já o número seguinte (30) é a mesma calibragem, mas em PSI (pound per square inch), sistema usado no Brasil, ou seja: 2.1 BAR equivale a 30 PSI.
  • Há uma diferença nos números (2.1/30 e 2.1/31) porque, normalmente, os pneus da dianteira têm uma pressão um pouco menor que os da traseira. Nesse exemplo, devemos calibrar os pneus da frente com 30 PSI e os de trás com 31 PSI.

Resumindo tudo: quando vemos o código 175/70 R14 – 2.1/30 | 2.1/31 significa que: quando o carro tem um jogo de pneus radial de aro 14, com 175mm de largura e 70% disso de altura da banda de rodagem, a calibragem ideal é de 30 PSI na frente e 31 PSI na traseira.

Fácil, né?

Ah, como prometido, aqui vai a frequência ideal para fazer a calibragem dos pneus: 15 dias. Portanto, 2 vezes por mês. Além disso, lembre-se de calibrar os pneus apenas quando eles estiverem frios, para não haver distorções, ok?
Agora que você já sabe como ler uma tabela de calibragem de pneus, basta utilizar essas informações para cuidar do seu carro e evitar gastar mais combustível desnecessariamente.